Filhos da Graça!!

MULHER...HUMANA, FIEL, PECADORA, IMPERFEITA, MAS ADORADORA DE DEUS PQ SÓ ELE TEM O MELHOR PRA MIM!.

Minha foto

IMPERFEITA, PECADORA, HUMANA, GRATA, mulher, mãe, avó, amiga leal.
Apaixonada  por Deus, pela minha família e pela vida, o que ela me dá de ruim eu deleto, o que vem de bom eu recebo e agradeço.

Seguidores de Cristo, que vem me visitar..Graça e Paz!!!

Devocional

terça-feira, 9 de maio de 2017

Lutas e vitórias!

Davi e Golias – como vencer um gigante

https://www.bibliaon.com/

O inimigo invencível

No acampamento dos israelitas reinava o desânimo. A guerra contra os filisteus tinha chegado a um impasse. Durante 40 dias, eles tinham sido insultados pelo campeão dos filisteus, Golias, que tinha lançado o desafio de um duelo. Ninguém tinha coragem de lutar contra ele, um contra um, porque ele era um gigante.
Golias tinha quase 3 metros de altura! Até o rei Saul, que era o homem mais alto de Israel, parecia pequeno junto dele. Sua armadura era da melhor qualidade e sua lança era feita de ferro (tecnologia de ponta nesse tempo). Golias era o guerreiro perfeito, o inimigo invencível.
Quantas vezes parece que os problemas e os obstáculos parecem impossíveis de superar? As forças que enfrentamos são muito mais fortes que nós. Como pode alguém fazer a diferença? Olhamos em todas as direções e somos confrontados apenas com a ameaça da derrota. Muitas vezes nem tentamos lutar, por medo de sermos humilhados e destruídos.

Uma luta improvável

Um dia, para sua surpresa, os israelitas viram um homem enfrentar Golias. Vá, era mais menino que homem. Junto de Golias, o jovem Davi parecia uma criança! Sem armadura, sem espada, sem medo... (sem juízo!) Davi enfrentou Golias e avisou que o iria matar.
Golias se sentiu insultado. Ele era um guerreiro, não um cachorro que podia ser assustado com um pau! Mas Davi lhe disse:
"Você vem contra mim com espada, com lança e com dardos, mas eu vou contra você em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem você desafiou. Hoje mesmo o Senhor o entregará nas minhas mãos, eu o matarei e cortarei a sua cabeça. Hoje mesmo darei os cadáveres do exército filisteu às aves do céu e aos animais selvagens, e toda a terra saberá que há Deus em Israel. Todos os que estão aqui saberão que não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos."
1 Samuel 17:45-47
Golias avançou contra Davi mas nem conseguiu se aproximar dele! Com sua atiradeira, Davi encravou uma pedra na testa de Golias. O gigante caiu. Davi correu para ele e decapitou Golias com sua própria espada. Davi venceu!
A vitória não depende de nossa própria força. Quando nos dedicamos a obedecer a Deus, Ele dá a vitória. Deus revela a solução que ninguém mais consegue ver. Basta ter fé. E coragem para seguir o plano de Deus.
Em Jesus você também pode vencer gigantes!

quinta-feira, 4 de maio de 2017

A TUA PROMESSA DÁ-ME VIDA!

7 versículos encorajadores para momentos difíceis

https://www.bibliaon.com/
Nos tempos mais difíceis todos precisamos de encorajamento para continuar. Estas são 7 palavras de encorajamento da Bíblia para lhe fortalecer nas dificuldades.

1. Você não está sozinho

“Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.”
Em todos os momentos Jesus está com você. Ele nunca lhe vai abandonar.

2. Deus se preocupa com você

“Registra, tu mesmo, o meu lamento; recolhe as minhas lágrimas em teu odre; acaso não estão anotadas em teu livro?”
Seu problema é importante para Deus. Ele se preocupa com cada detalhe de sua vida e vai lhe ajudar.

3. Cristo vai lhe consolar

“Pois assim como os sofrimentos de Cristo transbordam sobre nós, também por meio de Cristo transborda a nossa consolação.”
Jesus sabe o que está passando em seu coração. Ele vai lhe dar a consolação que você precisa.

4. Os tempos difíceis não duram para sempre

“Aqueles que semeiam com lágrimas, com cantos de alegria colherão. Aquele que sai chorando enquanto lança a semente, voltará com cantos de alegria, trazendo os seus feixes.”
Até os tempos mais difíceis passam. A alegria de Deus sempre vence.

5. Deus sempre cumpre suas promessas

“Este é o meu consolo no meu sofrimento: A tua promessa dá-me vida.”
Quem confia nas promessas de Deus tem sempre uma esperança, porque suas promessas não falham.

6. Deus está no controle

“Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.”
Você pode não entender a razão de seu sofrimento mas Deus está cuidando de você.

7. Jesus é sua força

“Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco, é que sou forte.”
É nos momentos mais difíceis que você descobre sua verdadeira força: Jesus. Quando você não consegue caminhar mais, Jesus lhe leva e milagres acontecem.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Deus, precisamos conhece-lo profundamente!

SuaEscolha.com
http://www.suaescolha.com/





Ele pode ser conhecido
Deus, que criou o universo em toda a sua imensidão e detalhes criativos, pode ser conhecido por nós. Ele nos conta sobre si mesmo, e também nos revela muito mais. Deus nos convida a ter um relacionamento com Ele, onde podemos conhecê-lo pessoalmente. Não somente podemos aprender sobre Ele, como podemos conhecê-lo, intimamente.
“Não se glorie o homem sábio em sua sabedoria nem o forte em sua força nem o rico em sua riqueza, mas quem se gloriar, glorie-se nisto: em compreender-me e conhecer-me, pois Eu sou o Senhor e ajo com lealdade, com justiça e com retidão sobre a terra, pois é dessas coisas que me agrado”, declara o Senhor. (Jeremias 9:23, 24) NVI
Ele é Acessível
Deus nos convida a conversarmos com Ele e deixá-lo saber de tudo o que nos preocupa. Nós não precisamos consertar as nossas atitudes primeiro.  Também não precisamos ser educados, teologicamente corretos ou santos. É da própria natureza de Deus ser amável e receptivo quando vamos até Ele.
“O Senhor está perto de todos os que o invocam, de todos os que o invocam com sinceridade”. (Salmos 145:18) NVI
Ele é Criativo
Tudo o que nós fazemos é formado por materiais existentes ou construído com coisas que já foram criadas. Deus tem a capacidade de falar e trazer coisas à existência. Não somente as galáxias e as formas de vida, mas também soluções para os problemas de hoje. Deus é criativo e é desejo dEle que saibamos disso e confiemos em Seu poder.
“Proclamarão o glorioso esplendor de tua majestade, e meditarei nas maravilhas que fazes.” (Salmos 145:5) NVI
“…De onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.” (Salmos 121:1,2) NVI
Ele é Honesto
Assim como uma pessoa que compartilha com você seus pensamentos e sentimentos, Deus claramente nos conta sobre si mesmo. A única diferença que existe  é que Ele é sempre honesto. Tudo o que Ele conta sobre si mesmo, ou sobre nós, é uma informação confiável. Mais verdadeiro do que nossos sentimentos, pensamentos e percepções, Deus é completamente preciso e honesto no que diz. Nós podemos confiar completamente em cada promessa que Ele nos faz, pois Ele cumpre. Nós podemos conhecê-lo com base em sua palavra.
“A explicação das tuas palavras ilumina e dá discernimento aos inexperientes.”
“A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho.” (Salmos 119:130,105) NVI
Ele é Capaz
Você gostaria de estar 100% correto, sobre todas as coisas? Deus pode. Sua sabedoria não tem limites. Ele entende todos os elementos de uma situação, incluindo a história e os eventos futuros relacionados a ela. Nós não precisamos atualizá-lo, aconselhá-lo ou persuadi-lo a fazer a coisa certa. Ele fará porque é capaz e seus motivos são puros. Quando confiamos nele, podemos estar certos de que Ele nunca cometerá erros, nunca nos deixará enfraquecidos ou nos enganará. Você pode confiar completamente nEle. Ele fará o que é certo, em todas as circunstâncias, em todo o tempo.
“Nenhum dos que esperam em ti ficará decepcionado…” (Salmos 25:3) NVI

sábado, 4 de março de 2017


O FILHO PRÓDIGO



https://www.esbocandoideias.com/

Explicando as parábolas de Jesus ➡ O filho pródigo

Postado por Presbítero André Sanchez, em 

Onde está a parábola do filho pródigo?

parábola do filho pródigo está registrada em Lucas 15.11-32.

Resumo da parábola do filho pródigo:

Essa parábola conta a história de um homem que tinha dois filhos. O filho mais novo resolve pedir ao pai sua parte da herança e vai para uma terra distante viver sua vida como achava que deveria viver. Nessa terra distante ele vai gastando cada centavo do seu dinheiro com seus prazeres, até que todo o seu dinheiro acaba e ele vira quase um mendigo. No momento mais crítico ele sente atração até pela lavagem que era dada aos porcos, tamanha era a fome que sentia. Ele, então, se lembra da casa do pai e resolve voltar arrependido. É recebido com muita festa pelo pai e rejeitado pelo seu irmão mais velho.
Parábolas de Jesus: o filho pródigo

Explicação da parábola:

Muitas pessoas não sabem bem o que significa a palavra pródigo, que aparece normalmente no título que é dado a essa parábola. De acordo como o dicionário online Michaelis, significa: “Que despende com excessiva profusão; que desbarata os seus bens; dissipador, esbanjador, gastador, perdulário” Essa parábola mostra Deus na figura do Pai. E mostra cada um de nós ou na figura do irmão mais velho, que rejeita a conversão de seu irmão, ou na figura do irmão mais novo, que vive uma vida cheia de pecados.

Lições da parábola do filho pródigo:

Talvez essa seja uma das parábolas capazes de nos dar o maior número de lições entre todas, pois é muito rica. Destaco algumas para nossa edificação:

Deus muitas vezes irá permitir que caiamos em nosso orgulho. Observe que o pai da parábola, mesmo estando vivo, deu a parte da herança ao filho mais novo. Ela não era obrigado a fazer isso, poderia inclusive proteger seu filho, negando-lhe e proibindo que ele fizesse aquela loucura, porém, ele permitiu, e sabia que seu filho iria sofrer por causa do seu orgulho e imprudência. Mas o pai tinha seus planos.
Deus na figura do pai tem paciência com seus filhos pecadores. O pai descrito na parábola do filho pródigo é muito paciente com o absurdo que o filho mais novo fez. Ele não estava preocupado com os bens materiais que se perderam, mas com o crescimento do filho. Esse pai soube esperar o filho crescer e se arrepender de seus pecados. A paciência de Deus visa dar tempo para cairmos em si e nos arrependermos dos nossos erros.
Deus nos recebe de braços abertos quando somos humildes e nos arrependemos. Quando o pai vê a volta de seu filho arrependido, manda preparar uma festa e declara ao irmão mais velho: “Entretanto, era preciso que nos regozijássemos e nos alegrássemos, porque esse teu irmão estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado.” (Lucas15.32)
Como o filho mais velho, muitas vezes focamos no menos importante ao invés do mais importante. Observe que o filho mais velho fica extremamente preocupado com sua própria justiça e zelo e com os bens materiais que seu irmão desperdiçou, achando-se superior. Estava tão cego que não conseguia enxergar a conversão de seu irmão, pelo contrário, dá a entender que preferia que seu irmão permanecesse no mundo. “Mas ele respondeu a seu pai: Há tantos anos que te sirvo sem jamais transgredir uma ordem tua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos; vindo, porém, esse teu filho, que desperdiçou os teus bens com meretrizes, tu mandaste matar para ele o novilho cevado.” (Lucas 15.29-30)
Deus ama tanto os seus filhos que já O servem, quando aqueles que ainda agem contrários à Sua vontade. A parábola do filho pródigo mostra a grandeza do amor de Deus. Ao filho mais velho, que sempre estava servindo o pai e buscando fazer a sua vontade, ele diz: “Então, lhe respondeu o pai: Meu filho, tu sempre estás comigo; tudo o que é meu é teu.” (Lucas 15.31). Ao filho mais novo, diante de uma atitude de arrependimento, o pai age amorosamente: “E, levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou.” (Lucas 15.20)